Noivas de Portugal

A história rosa de Marta

  Tempo de leitura: 1 minuto

PARTILHE ESTE CONTEÚDO

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
CONSTANCE-Web-Banner-Noivas-de-Portugal-700x920px-2

NEWSLETTER

Todas as novidades da Noivas de Portugal no seu e-mail.

A Dama de Copas traz-nos uma última história rosa de como contrariar a baixa autoestima durante o processo de recuperação, desta vez com Marta.

A consciencialização para a prevenção contra o cancro da mama tem sido fundamental, visto ser uma doença que afeta cada vez mais pessoas, principalmente mulheres, na atualidade. A parceria entre a Dama de Copas e a Associação Evita mostra-se essencial pois, como vimos anteriormente, foram divulgados testemunhos que podem inspirar e ajudar quem atravessa pela mesma situação.

Marta, por insistência própria, descobriu há 7 anos que tinha cancro da mama. Confessa que isso começou a descer a sua autoestima. Porém, aconselha a que se contrarie esse sentimento. Não devemos achar-nos menos bonitas ou deixar de nos arranjarmos por estarmos mais em baixo. Foi assim que Marta conseguiu fazer com que a sua autoestima não desaparecesse totalmente, continuando a arranjar-se, não se deixando ficar.

Marta - Dama de Copas

Quando descobriu a notícia através da sua médica, Marta revela que houve uma parte boa, a de poder ser mãe outra vez, agarrando-se a isso e ganhando força para todo o processo.

Descubra mais sobre esta história rosa proporcionada pela Dama de Copas e os pormenores contados pela própria Marta!

A mesma acaba com um apelo para que estejamos atentas ao nosso corpo e valorizemos os sinais que recebemos, pois só nós nos conhecemos bem e as distrações do dia a dia podem levar a que não nos demos a atenção que merecemos.

Pode ainda consultar as outras duas histórias rosa no nosso site, não se vai arrepender!

NEWSLETTER

Todas as novidades da Noivas de Portugal no seu e-mail.

REGISTAR

Publicidade

Entre em contacto connosco

Obrigado pelo seu interesse.

Entraremos em contacto consigo brevemente.