Noivas de Portugal

Making Of: contra ventos e tempestades

PARTILHE ESTE CONTEÚDO

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

NEWSLETTER

Todas as novidades da Noivas de Portugal no seu e-mail.

Making Of

O making of desta edição é uma demonstração clara de um pouco de loucura misturada com uma boa quantidade de teimosia, dois aspetos que tão bem caracterizam a nossa equipa

Local ideal

O ambiente e o local do shooting estava escolhido há algum tempo: a região do Gerês. Pretendíamos um ambiente natural, com tons mais escuros e um especial toque equestre. Foi precisamente no Vidoeiro Camping, e com a Geresmont que conseguimos captar os elementos essenciais. O conceito foi delineado pela equipa do Studio NUNOSAT, composta pela Andreia e pelo Nuno. 

Adiamos a data inúmeras vezes para fugirmos da chuva que, teimava em nos acompanhar para o novo dia escolhido. Todavia, decidimos entregar-nos à nossa sorte. Apesar disso, nunca abrimos mão de tudo o que já tínhamos sonhado para este trabalho. 

Nesse sentido, rumámos em direção a Terras de Bouro com toda a equipa, torcendo para que a previsão do tempo mudasse a nosso favor. Quando chegámos, fomos recebidos calorosamente pelo Adelaide Hotel. Acolheram-nos prontamente e nos fizeram com que nos sentíssemos em casa. E ainda bem, pois o dia seguinte ia ser longo. 

O processo do shooting

As primeiras a acordar foram a Sara e a Joana, responsáveis pelo cabelo e maquilhagem, que desde cedo preencheram o nosso dia com a sua boa disposição. O Sérgio, destacado para as fotografias de backstage, registava também cada passo deste trabalho. 

Depois, saímos do hotel e deslocámo-nos para o local onde queríamos fotografar. Infelizmente, assim que chegámos, recebemos a visita indesejada da chuva que teimava em não nos abandonar. Assim, decidimos deslocarmo-nos para o Gerês Vidoeiro Camping, onde estão localizadas as cavalariças da Geresmont, à procura de uma alternativa. Mal chegámos, começámos a fotografar e conseguimo-lo executar a um bom ritmo. Estávamos a recuperar o tempo que tínhamos perdido. No entanto, quando nos preparávamos para fotografar a imagem de capa, a chuva voltou a marcar presença. A nossa grande sorte? Foi a brilhante equipa que tínhamos connosco. Nunca esquecendo a Joana Alvarenga, a nossa protagonista, que não hesitou em fotografar à chuva. 

Tanto a Joana Alvarenga, como a Stephany Nardelli e o Tiago Cabrita demonstraram ser bastante profissionais. Estavam sempre disponíveis para fazer os possíveis para que este trabalho fosse concluído com sucesso. Então, sem que nos apercebêssemos, tudo isto ia sendo gravado pelo André da Pedro Filipe Fotografia. 

O final feliz

Por último, fizemos as últimas imagens no estúdio improvisado e a própria produção ganhou outro fulgor. 

Durante a viagem de regresso sentíamo-nos felizes com o trabalho feito e com a expectativa apesar de todas as contrariedades, de um bom resultado. No dia seguinte, ainda a ressacar de toda a agitação e stress dos dias anteriores, recebemos uma chamada do Nuno, o nosso fotógrafo, que nos disse: “este é um dos melhores editoriais que fizemos até hoje”! 

Acima de tudo, o sucesso deste trabalho deve-se aos onze elementos que estiveram no terreno. A todos os elementos da Noivas de Portugal que acompanharam o processo mesmo à distância, às agências de modelos envolvidas, ao Vidoeiro Camping, ao Adelaide Hotel, e a toda a equipa da Geresmont, desde os monitores, ao Miguel Teixeira e aos seus cavalos.

NEWSLETTER

Todas as novidades da Noivas de Portugal no seu e-mail.

REGISTER

Your personal data will be used to support your experience throughout this website, to manage access to your account, and for other purposes described in our privacy policy.

Publicidade

Entre em contacto connosco

Obrigado pelo seu interesse.

Entraremos em contacto consigo brevemente.